Atividade física para idosos: tudo o que você precisa saber sobre o tema

Uma dúvida bastante comum é se atividade física para idosos é recomendada e quais são os melhores exercícios para a terceira idade.

Sim, praticar atividade física nessa fase da vida é fundamental para manter a saúde do corpo e da mente do idoso

Práticas de pouco impacto são as mais indicadas para quem está acima dos 60 anos. 

Caminhadas, natação, hidroginástica, alongamento, dança e musculação são atividades que desenvolvem flexibilidade, equilíbrio e força muscular.

Qual é a importância da atividade física para idosos?

As atividades físicas para idosos auxiliam no bem-estar geral, melhorando a saúde física, mental, e preservando a autonomia em atividades do cotidiano. 

Elas também auxiliam no controle das mudanças ocorridas devido ao processo de envelhecimento.

Manter-se ativo na terceira idade diminui o risco de depressão, doenças do coração, osteoporose, diabetes e alguns tipos de câncer.

Se exercitar também é uma oportunidade de ampliar os vínculos sociais e fazer amizades.

Para esta faixa etária, são importantes os exercícios que trabalham a coordenação motora e o equilíbrio.

Os exercícios que melhoram a força nos membros inferiores contribuem para aumentar a independência do idoso e segurança nas atividades da vida diária.

5 indicações de atividades físicas para idosos

Caminhadas

Fazer caminhada é saudável em qualquer idade e, especialmente, para os idosos.

Com caminhadas diárias, o idoso previne ataques e problemas do coração, controla a pressão arterial e reduz os níveis de colesterol.

Além de tonificar os músculos e fortalecer os ossos, a caminhada diária aumenta a energia, controla o peso, melhora o sono e o bem-estar físico e mental.

Atividades na água

As atividades na água, como natação e hidroginástica, permitem a realização de movimentos sem impactar articulações e tendões. 

Além dos efeitos musculares, as atividades na água são benéficas para o sistema respiratório e cardiovascular, ajudando na recuperação de enfermidades.

Também ajudam a aliviar o estresse e dão maior disposição para enfrentar as atividades do dia a dia.

Alongamento

O alongamento, por ser um exercício de fácil aplicação e aprendizagem, é uma opção simples e eficaz na melhora da capacidade funcional e qualidade de vida de idosos.

Eles ajudam a aumentar a flexibilidade, contribuindo também para melhorar o equilíbrio e controlar dores musculares.

Dança

A dança, além de aumentar o bom humor, ajuda a manter o condicionamento aeróbico, a força muscular e a flexibilidade.

Se o idoso pode executar os movimentos sem maiores dificuldades, a dança contribui para a melhora do equilíbrio corporal e da coordenação motora. 

Musculação

A musculação quando feita com acompanhamento profissional pode ser muito benéfica para a saúde do idoso.

Executada com segurança, a atividade ajuda a melhorar as articulações, o sistema cardiovascular, além de aumentar a força muscular e a massa óssea.

Com que frequência o idoso deve se exercitar?

Isso depende da rotina do indivíduo ao longo da vida. 

Se a pessoa já estava acostumada a praticar atividade física ela pode manter o ritmo adequando-o ao seu dia-a-dia e condição de saúde.

Caso o idoso seja sedentário recomenda-se iniciar com atividades que não exijam tanto do seu condicionamento físico, como caminhada leve, todos os dias.

Com o tempo e o hábito, o indivíduo pode aumentar a frequência e o tempo das atividades e também escolher outras, como musculação.

É fundamental que qualquer pessoa nessa fase da vida tenha acompanhamento médico e profissional para cuidar da sua saúde adequadamente e realizar exercícios físicos com segurança. 

12 benefícios da atividade física na terceira idade

São muitos os benefícios para quem se exercita nessa fase da vida. Dentre eles, podemos destacar:

  1. Redução do risco de morte por doenças cardiovasculares
  2. Redução da progressão e na incidência da osteoporose
  3. Redução da incidência da doença de Alzheimer
  4. Manutenção e melhora da pressão arterial
  5. Melhora do condicionamento físico
  6. Melhora da postura e equilíbrio
  7. Ganho de massa muscular e óssea
  8. Melhora da resposta imunológica
  9. Melhora da qualidade do sono
  10. Melhora do humor, autoestima e contato social
  11. Redução de possíveis quadros de depressão
  12. Maior autonomia para a rotina do dia a dia

Cuidar da saúde e fazer exercícios é fundamental para garantir a longevidade. Veja também esse conteúdo que preparamos para você: Guia definitivo sobre a relação saúde e atividade física.

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Inscreva-se na nossa Newsletter