Cotação plano de saúde: 6 passos de como fazer da melhor forma

andrew-neel-cckf4TsHAuw-unsplash

Você sabia que é possível fazer cotação plano de saúde diretamente no site das operadoras? 

Uma das grandes vantagens que a internet nos trouxe foi a possibilidade de fazer cotação online plano de saúde de forma rápida, segura e eficaz.

O serviço começou a ser oferecido pelas seguradoras e, hoje, também já é possível encontrar a ferramenta nos sites das administradoras de benefícios e corretoras.

Neste artigo você vai encontrar informações sobre o que é cotação do plano de saúde, qual a melhor forma de fazer a cotação, suas vantagens e onde encontrar simuladores para planos individuais ou coletivos. 

O que é cotação plano de saúde?

Cotação plano de saúde é a solicitação de preços e características de produtos de uma mesma operadora ou de seguradoras diferentes, de acordo com o seu perfil e necessidade.

Isso pode ser feito por meio de contato direto com as operadoras de saúde ou por uma corretora de benefícios, que irá lhe apresentar os diversos produtos existentes no mercado que podem atendê-lo. 

Nesse sentido, alguns sites disponibilizam o formulário para o preenchimento dos dados e a empresa retorna ao cliente posteriormente com as informações.

Por sua vez, outros oferecem a possibilidade de fazer a simulação na hora e, automaticamente, retornam com as opções de plano. 

Em geral, você consegue realizar a cotação tanto de planos individuais, como familiares, coletivos e empresariais.

As solicitações básicas que você deve preencher normalmente são:  a quantidade de vidas (da sua família ou empresa), a quantidade de pessoas por faixa etária e a abrangência do plano (regional ou nacional). 

Alguns sites também solicitam seus dados de contato ou mais informações sobre preferência por hospital ou laboratório, ou faixa de preço que você deseja. 

Benefícios de fazer cotação plano de saúde

Os principais benefícios de fazer cotação plano saúde na internet são a praticidade e o tempo de resposta.

Muitas vezes, o cliente não tem tempo para contatar as operadoras por e-mail e telefone e também não deseja esperar muitos dias para obter um retorno.  

Da mesma forma, a empresa que responde mais rápido tem mais chances de conseguir fechar o negócio.

Sabendo disso, as seguradoras e corretoras de benefícios passaram a investir em formulários online que possibilitam responder ao cliente com mais rapidez e agilidade.  

Algumas ferramentas também permitem que você possa comparar os diversos tipos de planos, de acordo com a sua necessidade. Um exemplo é o portal ANS que relaciona todos os planos de saúde existentes no país. 

O que influencia na cotação plano de saúde?

Quando você vai fazer a cotação plano de saúde é importante saber quais são os fatores que influenciam para que você tenha uma resposta de acordo com a sua necessidade.

São eles: 

Tipo de plano: individual, familiar ou empresarial

Planos individuais costumam ser mais caros do que os planos coletivos. 

Dessa forma, se você for profissional autônomo com registro MEI e tiver, pelo menos, duas vidas para incluir no plano, a cotação torna-se mais vantajosa financeiramente do que contratar um plano individual.

Quantidade de vidas total e por faixa etária

Ou seja, quantos beneficiários serão atendidos pelo plano, incluindo titulares e dependentes. 

Quanto maior a quantidade de vidas, mais fácil é a negociação com a operadora para redução do custo da mensalidade ou inclusão de serviços adicionais.

A cidade onde você reside ou onde está localizada a sua empresa

Vale lembrar que a cobertura do plano pode variar conforme a localidade. 

A abrangência do plano

Ou seja, se é regional ou nacional. Planos regionais costumam ser mais baratos.

Portanto, se você não viaja com frequência, ou se a sua empresa não possui unidades espalhadas no país talvez não haja necessidade de contratar um plano com cobertura nacional. 

Outras informações como hospitais e laboratórios de preferência também são relevantes para a cotação, pois a rede credenciada varia de um plano para outro. 

Quais os tipos de plano de saúde para fazer cotação? 

Os tipos de planos existentes são: individual, familiar, MEI e PME, coletivo empresarial e coletivo por adesão. 

São eles que você precisa especificar na hora de fazer a cotação, pois os preços variam bastante em cada modalidade.

Os planos individuais e familiares costumam ser mais caros do que os planos para empresas. Também a quantidade de opções de planos para esses casos é menor.

Há operadoras que não trabalham com planos individuais e familiares, assim como há outras que não aceitam MEI. 

Para empresas com duas até 29 vidas, as chamadas PMEs (Pequenas e Médias Empresas), o preço dos planos costuma ser tabelado nas seguradoras. 

De 30 a 99 vidas (PME+), os valores já apresentam mais variações entre as operadoras, assim como as características, coberturas, abrangência e rede credenciada. 

A partir de 100 vidas, para organizações de grande porte, os planos são chamados de empresariais. 

Quanto maior a quantidade de vidas, maior a quantidade de planos oferecidos e menor o preço. A negociação de valores com a operadora também torna-se mais flexível. 

Além do mais, os planos coletivos por adesão são aqueles contratados por entidades de classe, associações, sindicatos e cooperativas. 

Nestes casos, é necessário comprovar a filiação dos colaboradores da entidade.

Como fazer cotação plano de saúde?

A principal informação que você precisa fornecer para cotação plano de saúde é a quantidade de pessoas que serão incluídas no plano separadas por faixa etária, ou especificar a data de nascimento de cada uma delas. 

As faixas etárias consideradas para cotação do plano são:

  • De 0 a 18 anos;
  • 19 a 23 anos;
  • 24 a 28 anos;
  • 29 a 33 anos;
  • 34 a 38 anos;
  • 39 a 43 anos;
  • 44 a 48 anos;
  • 49 a 53 anos;
  • 54 a 58 anos;
  • Mais de 59 anos. 

Caso já saiba essa informação de antemão, para um orçamento mais específico você também pode fornecer outras informações relacionadas ao que você procura, como por exemplo:

  • Faixa de preço desejada;
  • Cidade onde você está localizado;
  • Abrangência do plano (regional ou nacional);
  • Preferências por hospitais, laboratórios e rede credenciada;
  • Coberturas específicas que não estejam listadas no rol de procedimentos ANS (link para o texto do rol);
  • Preferência por produtos e/ou operadoras. 

A partir dessas informações a operadora ou corretora têm condições de passar as opções de planos disponíveis para você. 

Por que contratar uma empresa para fazer cotação plano de saúde?

Se você não sabe por onde começar na escolha do plano de saúde, o primeiro passo é selecionar uma ou mais corretoras especializadas em benefícios que disponibilizem em seu site a opção de cotação online. 

A vantagem de orçar diretamente com uma corretora é que ela trabalha com os planos de, senão todas, das principais operadoras de saúde do mercado. 

Assim, ela pode apresentar a você as melhores opções de produtos das diversas operadoras, pensando no seu custo-benefício e em melhor atendê-lo.

Além disso, muitas corretoras oferecem serviços adicionais que podem facilitar a rotina das empresas com a gestão de benefícios.

Nesse sentido, a Joll possui 25 anos de experiência e um relacionamento consolidado com as seguradoras do mercado. 

O nosso legado é cuidar de pessoas oferecendo atendimento diferenciado e profissional aos nossos clientes.

Dentre os serviços que prestamos estão:

  • Consultoria Técnica
  • Gestão Operacional
  • Gestão de Risco e Promoção à Saúde
  • Negociação Estratégica
  • Gestão de Medicina Ocupacional, e
  • Gestão Jurídica de Benefícios


Faça sua cotação conosco e conheça nossos serviços. 

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Inscreva-se na nossa Newsletter