Guia definitivo sobre a relação saúde e atividade física

bruce-mars-gJtDg6WfMlQ-unsplash

A atividade física é fundamental em qualquer idade, sendo uma das formas de cuidar da saúde e ter uma melhor qualidade de vida. 

Além disso, a atividade física é um importante meio de prevenção para combater doenças crônicas, como problemas cardiovasculares, diabetes e hipertensão arterial.

A prática também ajuda a inibir quadros comuns em idosos, como a osteoporose, e promove maior longevidade às pessoas. 

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde) estima-se que até 5 milhões de mortes por ano no mundo poderiam ser evitadas se a população global fosse mais ativa.

O que é atividade física?

É considerada atividade física qualquer movimento corporal que provoque aumento de gasto de energia acima dos níveis de repouso.

Assim, qualquer ação que coloque o seu corpo em movimento pode ser considerada como atividade física, desde varrer a casa, a levar o cachorro para passear.

Quando se fala em atividade física, em geral, as pessoas pensam em atividades mais intensas, como a prática de esportes ou musculação.

Entretanto, qualquer atividade que promova um gasto de energia pode ser considerada benéfica para a sua saúde.

Isso desde que, é claro, não prejudique sua postura ou cause desgaste excessivo em alguma parte específica do corpo, como movimento repetitivo dos braços ao operar uma máquina.

Qual a relação da atividade física com a saúde e qualidade de vida?

A atividade física tem relação direta com a promoção da saúde e qualidade de vida de todo indivíduo.

Ao realizar exercícios que aumentam a massa magra (musculação, treino funcional, crossfit, pilates) é possível controlar, por exemplo, o diabetes tipo 2, já que os músculos causam maior sensibilização das células à insulina. 

Atividades aeróbicas (corrida, ciclismo e natação) também ajudam no quadro por reduzirem o nível de açúcar no sangue.

Já quem tem pressão alta se beneficia pela circulação mais eficiente do sangue causada quando praticamos exercícios regularmente. 

Mesmo no tratamento de doenças agressivas, como o câncer, o exercício geralmente é benéfico e deve ser indicado de acordo com a condição clínica de cada paciente. 

É importante ressaltar que, ainda que manter uma vida ativa ajude a combater e controlar doenças, e a reduzir ou até eliminar o uso de medicamentos. 

Qual a diferença entre atividade física e exercícios físicos?

Todo exercício físico é uma atividade física, mas nem toda atividade física é um exercício físico. 

Atividade física é um comportamento que envolve os movimentos do corpo, que são feitos de maneira intencional. 

Além disso, a atividade física também envolve uma relação com a sociedade e com o ambiente no qual a pessoa está inserida. 

Isso quer dizer que: a sua atividade pode estar presente no lazer, nas tarefas domésticas ou no deslocamento para a escola ou o trabalho. 

Por estar presente de uma forma mais ampla no cotidiano, ela pode ser indicada por qualquer profissional da saúde.

Já o exercício físico é um tipo de atividade física planejada, estruturada e repetitiva que tem o objetivo de melhorar ou manter as capacidades físicas e o peso adequado.

Nesse caso, ele geralmente é orientado por um profissional de educação física. 

Conheça os 15 tipos de atividade física que você pode praticar

A prática regular da atividade física melhora a circulação sanguínea, fortalece o sistema imunológico, diminui o risco de doenças cardíacas e auxilia na manutenção ou perda de peso. 

Conheça 15 tipos de atividade que podem contribuir para a melhora da sua saúde e qualidade de vida:

  1. Caminhar
  2. Correr
  3. Pedalar
  4. Nadar
  5. Surfar
  6. Fazer musculação
  7. Subir e descer escadas
  8. Carregar objetos
  9. Dançar
  10. Limpar a casa
  11. Lavar o carro
  12. Passear com animais de estimação
  13. Cultivar a terra e cuidar do quintal
  14. Pular corda
  15. Praticar esportes em geral, como lutas, futebol, ginástica, pilates ou yoga.

Qual o tempo mínimo para a prática de atividade física? 

A OMS recomenda pelo menos 150 a 300 minutos de atividade aeróbica moderada a vigorosa por semana para todos os adultos, 

Isso inclui quem vive com doenças crônicas ou incapacidade, e uma média de 60 minutos por dia para crianças e adolescentes.

Para trazer benefícios à saúde, os exercícios precisam ser moderados ou vigorosos, e devem ser realizados pelo menos durante 30 minutos por dia. 

No entanto, é necessário haver equilíbrio e respeitar os limites do corpo.

Quais são os diferentes tipos de intensidade das atividades físicas? 

Para saber qual a intensidade da atividade física que você está praticando,concentre sua atenção na percepção de esforço do seu corpo ao executá-la. 

A intensidade pode ser:

Leve

Exige mínimo esforço físico e causa pequeno aumento da respiração e dos batimentos do seu coração. 

Numa escala de 0 a 10, a percepção de esforço é de 1 a 4. 

Você vai conseguir respirar tranquilamente e conversar normalmente enquanto se movimenta ou até mesmo cantar uma música.

Moderada

Exige mais esforço físico, faz você respirar mais rápido que o normal e aumenta moderadamente os batimentos do seu coração. 

Numa escala de 0 a 10, a percepção de esforço é 5 e 6.

Você vai conseguir conversar com dificuldade enquanto se movimenta e não vai conseguir cantar.

Vigorosa

Exige um grande esforço físico, faz você respirar muito mais rápido que o normal e aumenta muito os batimentos do seu coração. 

Numa escala de 0 a 10, a percepção de esforço é 7 e você não vai conseguir nem conversar enquanto se movimenta.

12 benefícios da atividade física

A atividade física traz inúmeros benefícios à saúde e qualidade de vida. Entre eles podemos citar:

  1. Promove à saúde, bem-estar e qualidade de vida;
  2. Previne e diminui a mortalidade por diversas doenças crônicas, tais como pressão alta, diabetes, doenças do coração e alguns tipos de câncer;
  3. Ajuda a controlar o peso;
  4. Diminui os sintomas da asma;
  5. Diminui o uso de medicamentos em geral;
  6. Diminui o estresse e sintomas de ansiedade e depressão;
  7. Melhora o sono;
  8. Promove prazer, relaxamento, divertimento e disposição;
  9. Melhora as suas habilidades de socialização;
  10. Melhora a saúde do seu coração e a sua condição física;
  11. Melhora sua autoestima;
  12. Ajuda na diminuição de comportamento sedentário, como tempo em frente ao celular, computador, tablet e televisão.

Criança deve praticar atividade física?

Sim, a atividade física é importante para todas as crianças, inclusive para os bebês. 

Elas podem envolver desde brincadeiras a jogos e atividades lúdicas.

O crescimento e o desenvolvimento saudáveis são os principais benefícios da atividade física na infância.

Além disso, crianças que são fisicamente ativas tendem a manter a prática de atividade física ao longo da vida.

O exercício na infância traz inúmeros benefícios como:

  • Controle do peso adequado e diminuição do risco de obesidade;
  • Melhora a qualidade do sono;
  • Auxilia na coordenação motora;
  • Melhora as funções cognitivas e a prontidão para o aprendizado;
  • Ajuda na integração e no desenvolvimento de habilidades psicológicas e sociais;
  • Contribui para o crescimento saudável de músculos e ossos;
  • Melhora a saúde do coração e a condição física.

Gestantes podem praticar atividade física?

Sim, se a gestante não apresenta contraindicações ela pode praticar atividades moderadas durante a gravidez.

Atividades para fortalecimento do assoalho pélvico são indicadas durante e após a gestação.

Também no pós-parto, escolha a atividade física que lhe dê satisfação e que você possa fazer com o seu bebê, transformando essa prática em uma oportunidade para fortalecer o vínculo entre vocês. 

Idosos devem praticar atividade física?

Sim, a atividade física para as pessoas desta faixa etária, além de proporcionar mais saúde, permite que eles se tornem mais independentes e tenham mais longevidade.

É importante que seja feita com o acompanhamento de um profissional de saúde, que poderá recomendar uma avaliação clínica e exames apropriados antes de iniciar as atividades.

O exercício regular na terceira idade contribui para preservar o bem-estar físico e mental, diminuindo o processo de degeneração do organismo.

Plano de saúde cobre exercícios físicos?

O plano de saúde não é obrigado a oferecer cobertura para exercícios físicos, pois a atividade não faz parte do rol de procedimentos e eventos da ANS que devem ser atendidos pelos convênios médicos.

Entretanto, é possível encontrar nas operadoras produtos mais completos que incluem atividades como pilates e RPG ou oferecem reembolso (link para o texto do reembolso) para elas. 

Cuidar da saúde é muito importante e proteger você e sua família na hora de imprevistos também. Veja aqui o conteúdo que preparamos para você a esse respeito. Seguro de Vida: 14 dúvidas respondidas.

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Inscreva-se na nossa Newsletter