Plano de saúde cobre cirurgia de desvio de septo?

 

 

O plano de saúde cobre cirurgia de desvio de septo? Essa é uma dúvida comum de quem busca o recurso para corrigir o problema.

Quem sofre por problemas respiratórios sabe o quanto eles geram incômodos e atrapalham a qualidade de vida.

Muitas vezes, o tratamento com medicamentos resolve o quadro, mas há situações em que é preciso realizar uma intervenção cirúrgica.

Neste artigo, vamos falar sobre quanto custa uma cirurgia de desvio de septo, como é o procedimento, em que situações realizar a cirurgia e quando o plano cobre desvio de septo.

Quando a cirurgia de desvio de septo é indicada?

A cirurgia de desvio de septo é indicada quando o tratamento com medicamentos não é suficiente. 

Nem todas as pessoas com desvio septal necessitam de cirurgia, isto depende do grau do desvio e principalmente dos sintomas apresentados.

Entre os sintomas estão: dor de cabeça frequente, sinusite, apneia do sono, deformação e obstrução nasal, cansaço, dificuldade para respirar, entre outros.

Quando o paciente desenvolve problemas de saúde causados pela falta de ar e pela impossibilidade de descongestionar os seios nasais, a cirurgia é a solução viável para corrigir o problema. 

Recomenda-se que ela seja feita a partir de 16 anos, quando a fase de crescimento do septo já foi encerrada, mas pode ocorrer antes se houver indicação clínica para isso. 

A avaliação deve ser feita por médico otorrinolaringologista, que irá analisar a necessidade e o momento adequado de realizar o procedimento. 

Plano de saúde cobre cirurgia de desvio de septo?

Sim. A cirurgia de desvio de septo faz parte do Rol de Procedimentos ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) e, por essa razão, deve ser coberta por todos os planos de saúde.

Como toda cirurgia, a septoplastia deve ser avaliada por um cirurgião que irá especificar em laudo médico qual é o problema do paciente e indicará a realização do procedimento.

Por mais simples que seja, toda cirurgia tem risco, por isso, é importante que você realize todas as consultas e exames necessários.

Com o relatório médico em mãos você irá solicitar a autorização do procedimento para a operadora do seu convênio médico.

Após a autorização, você já pode agendar com o seu médico a data da cirurgia.

O que a ANS define sobre plano de saúde cobre cirurgia de desvio de septo? 

Para a Agência Nacional de Saúde Suplementar, a cirurgia de desvio de septo é um procedimento relevante que deve fazer parte do rol de eventos que os planos de saúde precisam cobrir obrigatoriamente.

O rol é válido para todos os planos de saúde, individuais ou coletivos, que foram contratados após 01 de janeiro de 1999, ou adaptados à Lei nº 9.656/98.

Entretanto, o que está incluído no rol ANS é a septoplastia tradicional, que não é feita por videolaparoscopia. 

A técnica convencional ou aberta permite uma melhor visualização das estruturas nasais, mas é mais invasiva.

Nas técnicas mais avançadas por video a recuperação do paciente é mais rápida, porém ela não consta do rol ANS e pode ser negada pelo plano de saúde.  

E se o plano de saúde recusar a cirurgia de desvio de septo, o que fazer? 

Embora a cirurgia de desvio de septo esteja no rol ANS pode acontecer de o plano se negar a custear o procedimento. 

Isso ocorre quando o médico indica a realização da septoplastia com videolaparoscopia, que os planos não são obrigados a cobrir. 

Em caso de negativa de cobertura, o indivíduo pode requerer o direito na Justiça, apesar de não haver garantia de sucesso no processo. 

A operadora é obrigada a enviar a negativa do procedimento por escrito ao usuário. 

Caso a operadora não autorize a septoplastia convencional, isso é considerado uma prática abusiva pela ANS. 

O beneficiário pode abrir uma reclamação na agência reguladora e também buscar uma solução pelos meios legais.

Qual plano de saúde cobre cirurgia de desvio de septo? 

Os planos que cobrem a cirurgia de desvio de septo são aqueles com segmentação hospitalar com ou sem obstetrícia e também os planos do tipo referência. 

Neste caso, é importante que você verifique se o seu convênio médico possui carência que pode ser de até 180 dias para este procedimento. 

Conheça alguns planos que possuem segmentação hospitalar:

Amil

Os planos Amil do básico (S380, S450, S750) até o premium (S1500, S2500, S6500 Black) têm abrangência nacional e todas as opções de segmentação. 

Eles também possuem opção de reembolso, útil para a realização de procedimentos que não estão cobertos pelo plano ou para consultas com o médico da sua preferência.

Os atendimentos podem ser feitos em hospitais referência como o Vitória e o Samaritano, no Rio de Janeiro, e Beneficência Portuguesa, em São Paulo. 

Os produtos premium S2500 e S6500 têm cobertura nos hospitais Sírio, Eistein e Samaritano. 

Bradesco Saúde

Os planos Efetivo, Nacional, Nacional Plus e Nacional Flex da Bradesco Saúde podem ser usados em todo o país e possuem a segmentação hospitalar necessária para a realização da cirurgia de desvio de septo. 

No site da empresa é possível consultar a rede referenciada e também ter acesso à pesquisa de satisfação realizada pela empresa com seus usuários, que aponta um nível de satisfação de 86,4%.

Golden Cross

A Golden Cross possui diversas opções de planos de saúde. Em todos eles, oferece uma ampla rede referenciada e reembolso de despesas médicas.

Os planos Hospitalar Golden Care e Hospitalar Essencial, possuem cobertura para internação, incluindo UTI, urgência e emergência. 

SulAmérica Saúde 

A SulAmérica Saúde é uma seguradora conceituada no mercado e possui boas opções de convênio com segmentação hospitalar, que vão desde as opções de planos básicos até as de nível premium.

Os planos são: Exato, Clássico, Especial, Executivo e Prestige. A empresa também oferece opção de reembolso e abrangência nacional. 

A seguradora possui um aplicativo pelo qual o usuário pode consultar a rede referenciada, solicitar e acompanhar os pedidos de reembolso.

Unimed

No site da Unimed é possível preencher um formulário com os seus dados para pesquisar as opções de plano de acordo com seu perfil. 

As diversas modalidades do Plano Ágil 30 (até 29 vidas) e Corporativo (acima de 30 vidas) possuem segmentação hospitalar. 

Os planos individuais e familiares Personal 2, Alfa, 2, Beta 2, Delta 2 e Ômega Plus também têm a opção de internação. 

Saiba mais: o que é um desvio de septo? 

O desvio de septo nasal é caracterizado pela descentralização da membrana que divide as cavidades. Pode ser de origem congênita ou ter sido adquirido ao longo da vida.

Os pacientes com o problema sofrem com a obstrução e a congestão nasal. Eles também podem ter sinusite de repetição, dores de cabeça frequentes, fadiga e apneia do sono. 

No entanto, nem sempre essa condição é perceptível. Por isso, é importante fazer exames com um médico para verificar se você tem ou não, desvio de septo. 

Em alguns casos, há, inclusive, deformação das narinas. Nessas situações, além da correção do desvio de septo pode ser feita uma rinosseptoplastia, que também é coberta pelo plano de saúde

A rinosseptoplastia consiste na junção entre a septoplastia e a rinoplastia, cirurgia plástica do nariz. Ela corrige a parte estética do órgão.

Quando há a necessidade de ambas as operações, elas são realizadas juntas, para que a recuperação do paciente seja mais facilitada. 

O que é uma cirurgia de desvio de septo?

A cirurgia de desvio de septo consiste em realizar um corte no nariz para descolar a pele que o reveste.

No procedimento, o cirurgião faz a correção do septo a partir da retirada do excesso de cartilagem ou de parte da estrutura óssea e do reposicionamento da pele. 

Uma pequena incisão é feita por dentro do nariz onde é descolada a mucosa que fica sobre a cartilagem e o osso do septo. 

As partes desviadas são então removidas e a mucosa é recolocada sobre o septo centrado. 

A cirurgia é feita com anestesia geral e concluída em até 2 horas. O paciente pode ter alta no mesmo dia, ou no dia seguinte.

No procedimento por videolaparoscopia o corte é realizado na parte interna do nariz, ou seja, não há pontos externos. 

Com o auxílio dos endoscópios é possível acessar desvios bem altos ou posteriores, com trauma mínimo e grande controle de sangramentos.

O pós-operatório é indolor, mas pode haver sangramento nasal discreto nos primeiros dias.

Quanto custa uma cirurgia de desvio de septo? 

Para se definir o valor de uma septoplastia deve-se avaliar o que vai ser realizado no procedimento.

Assim, é necessário saber qual a técnica utilizada e o tempo de duração da cirurgia, que dependerá da complexidade do caso.

Em geral, uma cirurgia de desvio de septo custa em torno de R$ 15 mil.

Entretanto, ela pode alcançar valores mais altos, a depender de quanto o médico e sua equipe cobram, assim como do hospital em que será realizado o procedimento.

Cirurgia de desvio de septo pode ser feita pelo SUS? 

Sim, a cirurgia de desvio de septo pode ser realizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS), pois de acordo com as normas do órgão todo o paciente tem o direito de buscar atendimento público para saúde. 

Se você tem percebido os sintomas é recomendável procurar atendimento médico para avaliar se você possui ou não, desvio de septo.

Para que a cirurgia possa ser realizada pelo SUS é necessário seguir alguns passos. 

A primeira coisa que deve ser feita é procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e fazer seu cadastro no SUS, caso não tenha. 

Após isso, você será encaminhado para a triagem e em seguida será atendido pelo médico de plantão que será um clínico geral. 

Caso este profissional avalie que seu caso necessita atendimento especializado, irá encaminhá-lo a um otorrinolaringologista.

Este é o profissional que avaliará se a cirurgia é recomendada para o seu caso, se ele achar que esta é a melhor estratégia, vai orientá-lo como proceder para encaminhar a septoplastia. 

Se você pensa em fazer a cirurgia de desvio de septo pelo plano de saúde, mas ainda não tem o benefício, conheça as 8 razões pelas quais vale a pena contratar um plano de saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça nossas redes sociais

Inscreva-se na nossa Newsletter